Artigos

O reflexo do perdão em nosso corpo
O reflexo do perdão em nosso corpo
06/03/2012

Em um organismo que funcione perfeitamente, uma emoção tem vida curta.É como uma onda ocasional sobre a superfície do Ser.No entanto, se não estamos dentro do nosso corpo, uma emoção pode permanecer dentro de nós por dias ou semanas ou se juntar a outras emoções de frequência similar, ou se tornar um sofrimento, um parasita que pode viver dentro de nós durante anos, alimentar-se da nossa energia, nos deixar doentes e tornar nossa vida miserável.

Portanto, dirija sua atenção para a emoção e verifique se a sua mente está alimentando um padrão de mágoa, culpa, autopiedade ou ressentimento que, por sua vez, está alimentando a emoção.Se esse for o caso, significa que você não perdoou.Quando se fala em perdoar, pensamos logo em perdoar alguém, mas o perdão pode ser em relação à nós mesmos ou à uma situação do passado, presente ou futuro que a nossa mente se recusa a aceitar.Pois é, pode haver um não perdoar até em relação ao futuro.É a recusa da mente em aceitar a incerteza, em aceitar que o futuro está além do nosso controle. Perdoar é abrir mão dos nossos ressentimentos e deixar que eles se desprendam de nós.Isso acontecerá naturalmente quando você perceber que os seus ressentimentos não tem outro objetivo, exceto o de fortalecer o falso sentido do eu interior.Perdoar é não oferecer resistência à vida, é permitir que a vida aconteça através de você.

O Poder do Agora -Eckhart Tolle